Escala Toldo de Trabalho em Assessoria de Imprensa

Sempre tentando contribuir com os colegas jornalistas, vai aqui uma nova escala.

#1 Seja amigo. Amigos ajudam amigos. Em assessoria de imprensa, essa moeda vale mais que ideologia, filiação partidária ou patrocínio (estes dois últimos atrapalham, mas seu assessorado acha que é o que mais vale).

#2 Timing. Saiba qual é a hora certa. Conheça internamente o funcionamento das redações de impressos, sites, rádios e TVs. Existem melhores horários para se enviar material. Há dias mais propícios para se enviar releases.

#3 Feeling. Sentimento é mais forte que a razão. Acerte a hora da fome, do frio, do calor, do desespero, da angústia, da indecisão de uma manchete, de uma notícia, do humor do repórter ou do editor. Experiência conta muito neste item.

#4 Texto conciso. Esta história de nariz de cera não serve nem pra release. Diga “o que, quem, quando, onde, quando e porque”. Se a pauta for boa, o repórter procura. Do contrário, será publicado o suficiente ou nada. E você economizou tempo não escrevendo enrolação!

#5 Follow up. Se a pauta é realmente boa, ligue pras redações. Se a corda está no seu pescoço, ligue pras redações.

#6 Ajudar também é não atrapalhar. Se a bronca contra seu assessorado é grande, barrar a imprensa é queimar seu filme profissional. Prepare seu assessorado, converse com os amigos e deixe-os trabalhar.

#7 Nem muito, nem pouco. Nenhum jornal ou site vai publicar tudo que você mandar pras redações (alguns até sim, mas né!). Por isso, é melhor trabalhar “a favor do seu assessorado” e não “pela pressão do seu assessorado”. Neste caso, experiência conta muito. Adquira-a rápido ou aprenda com os mais experientes e com o pessoal das redações.

#8 Foto é foto. Foto é importante. Foto ruim ou banner é igual a “sem foto”. Não faça o pessoal das redações perder tempo abrindo “cartazes de eventos” pensando ser foto. Aliás, as informações dos cartazes devem ser encaminhadas em texto, não como imagens.

#9 Visita. Visitar as redações e levar seu assessorado junto sempre rende alguma coisa. Se não render matéria, rende empatia e contatos. Relações públicas faz parte de uma boa assessoria de imprensa.

Talvez eu inclua outros itens mais adiante, mas por enquanto concentre-se nestes que fazem parte do nível básico de processos produtivos em assessoria de imprensa. Aplique-os!

Anúncios